quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Propaganda de medicamentos, coisas que fazem mal e consciência da população.

Muito se fala em uso racional de medicamentos e propagandas de medicamentos. A industria de medicamentos é, apesar de tudo, um comércio de determinados produtos e nem por isso vai deixar de investir em propagandas que possam aumentar sua venda. Que sentido teria se você tivesse uma empresa/comércio que não pudesse vender seu produto livremente e buscar aumento das vendas visando aumento do lucro? Pior seria se ao invés de aumentar o numero de vendas fosse aumentado o preço destes produtos, pois assim quem realmente necessitasse de um determinado produto seria o principal prejudicado.

Não só medicamentos, mas também outros produtos prejudiciais à saúde como bebidas alcoólicas e cigarro espalham suas propagandas pelo mundo. O que devemos trabalhar é a conscientização da população para que fiquem atentas para os malefícios dos produtos adquiridos. Ninguém compraria um carro predestinado a bater, porque então compramos produtos que vão nos fazer mal? Segundo o Sistema Nacional de Informações Tóxico-Farmacológicas (SINITOX), que tem como principal atribuição coordenar o processo de coleta, compilação, análise e divulgação dos casos de intoxicação e envenenamento, no ano de 2008 foram registrados 85.925 casos de intoxicação humana e 441 óbitos registrados e destes 23,6% e 19,7%, respectivamente, relacionados com medicamentos.

A propaganda pode sim influenciar a população, mas a facilidade de acesso é a principal contribuição para o uso indiscriminado. Os responsáveis pelos medicamentos, nós, Farmacêuticos, temos que nos atentar para o uso racional, porem não depende apenas dos profissionais, já que o paciente pode adquirir medicamentos sem que tenhamos conhecimento da causa real da utilização deste.

Portanto, fica a dica. Se você está utilizando qualquer medicamento para qualquer finalidade, consulte um Farmacêutico para conseguir um tratamento correto, com o menor prejuízo funcional possível e não tome medicamentos sem que tenha sido receitado por um médico.

Gladson Curcio Viana
ADM do Blog da Pharmacia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...